Qual o atalho para o sucesso na caminhada para a IF/FIRE?

Screen Shot 2019-08-06 at 9.28.38 PM

 

Ola caros,

Eu procuro dizer que o caminho para a independencia financeira deve ser visto como uma maratona e não uma corrida de 100 metros! Todos nos sabemos que o poder dos juros compostos é magnifico ao longo do tempo, porem para que o efeito seja potencializado falta algo tao importante quanto: os aportes.

Exemplo: Com uma aplicacao inicial de R$ 1k, rendendo 10% ao ano, chegariamos ao final de 20 anos com o montante de R$6.7k. Nada mal, certo?

Porem se considerarmos a mesma aplicacao inicial, mesmo rendimento de 10% ao ano, mas adicionando um aporte anual de R$100, chegariamos ao final de 20 anos com 85% a mais de patrimonio, ou R$12.5k! Não existe magica, apenas aplicacao da matematica e, claro,  um pequeno esforco pessoal.

Durante minha caminhanda para a independencia financeira, e mais recentemente para a aposentadoria antecipada, sempre procurei maximizar meus aportes. Sabia como a matematica funcionaria a meu favor. Entretanto aportes sozinhos não me fariam atinguir a IF/FIRE em um prazo curto. Dessa forma eu trilhei meu caminho baseado em 3 pilares: Aportes constantes, Evitar perder dinheiro e Maximizar minha renda.

Manter aportes constantes

Nos vimos o efeito que meros R$100 ao ano fizeram no exemplo acima. Não importa se num primeiro momento tudo que voce consegue aportar sao R$100, R$200. Crie uma rotina de poupar. Uma tatica que li no livro “Pai Rico, Pai Pobre” e que usei durante todos os meus 14 anos de caminhada foi: “Pay yourself first!”. Como? No inicio da carreira 20% do meu salario ja ia direto para uma aplicacao financeira (PGBL e plano de compra de acoes). O dinheiro nem caia na minha conta, dessa forma me forcava a viver com os 80% restante.

No decorrer dos anos, nossa renda (minha e da Sra Executiva) cresceu consideravalmente e, consequentemente nossos aportes tambem! Isso não quer dizer que apos 10 anos de caminhanda mantinhamos exatamente o mesmo padrao de vida. Quando iniciei a trajetoria, em 2005, nossa renda combinada era de meros R$5.5k mensais e moravamos em SP de aluguel em um “apertamento” de 45 metros quadrados. No decorrer dos anos, vi a necessidade de melhorar nosso padrao de vida, porem sem que isso penalizasse meus aportes. Tanto que, iniciei em 2005 com uma taxa de poupanca de 20% e, em poucos anos consegui atinguir a marca dos 60%, e mais recentemente (desde 2010) mantive uma excelente taxa de 70-75%.

Evitar perder dinheiro

A magica dos juros compostos funcionam, desde que os juros sejam positivos! Não se preocupe tanto com sua rentabilidade, principalmente nos primeiros anos. Claro que quanto maior a rentabilidade melhor, porem maior tambem sera o risco! Não corram riscos desnecessarios! Lembrem-se que a matematica funcionara a seu favor, desde que não se de ao luxo de perder dinheiro (rentabilidade negativa). Eu perdi sim dinheiro nessa caminhada (quem nao sabe, no inicio operei muito vendido a seco em opcoes), porem rapidamente corrigi meu rumo. Um ponto importante a ressaltar é que em boa parte da minha trajetoria, tive a oportunidade de ter ganhos beirando os 20% em TD e Renda Fixa. Hoje eu não recomendaria a ninguem que esta na fase de acumulacao a ficar 100% alocado em RF ou TD, porem o ponto aqui é “Nao correr risco desnecessario!”, ou seja, entenda onde esta investindo.

Maximizar minha renda

Esse para mim sem duvida é um dos principais pilares. Ate mesmo porque é gracas a ele que podemos manter o pilar dos Aportes cada vez mais forte. Podemos expressar a relacao entre Renda e Aporte atraves da simples formula:

RENDA – GASTOS = APORTE

Existem duas formas de melhorar os aportes ao longo do tempo: Reduzindo os gastos ou Aumentando a renda.

Porem so conseguimos reduzir nossos gastos ate certo ponto (ninguem consegue gastar menos que R$0!), porem o aumento da nossa Renda é ilimitada! Seja buscando aumento de salario, abrindo negocio proprio, gerando outras fontes de renda, não importa. Temos que buscar maximizar nossos rendimentos (e consequentemente os aportes!).

Ja mostrei que o impacto dos aportes ao longo do tempo é tao importante quanto o fator juros compostos. E qual seria o impacto do aumento dos aportes ao longo do tempo?

Voltando ao meu exemplo do inicio do post, se ao inves de R$100 por ano, nosso aporte anual aumentasse 10% a cada ano (R$100, R$110, etc), ao final dos 20 anos não teriamos R$6.7k (exemplo sem aportes anuais), nem R$12.5k (exemplo com aportes anuais de R$100), mas sim R$20k!

 

Hoje, vejo que talvez pudesse ter feito algumas coisas diferentes, porem de forma geral sempre procurei sustentar meu plano de IF/FIRE nesses 3 pilares. Faltando 6 meses para desfrutar a tao esperada aposentadoria antecipada, prefiro focar nos acertos, porem aprendi muito tambem com meus erros.

Se existe um atalho para o sucesso financeiro? Talvez sim. Mas quem não teve a sorte de ser contemplado com um bilhete premiado ou coisa do tipo o melhor mesmo é tracar um plano e seguir em frente!

 

Executivo Investidor

 

25 comentários sobre “Qual o atalho para o sucesso na caminhada para a IF/FIRE?

    1. executivoinvestidor

      Olá Stark! 30% está ótimo, e sei que tem buscado formas para aumentar a renda o que vai fazer com que melhore ainda mais o nível dos aportes. No meu caso o que fiz foi focar em algo que eu gostava: meu trabalho. Porém trabalhei feito um louco e mudei de emprego algumas vezes para crescer a renda. Além claro de reaplicar todos os dividendos e aluguéis recebidos desde o início. Para ter uma ideia, até hoje nunca tirei 1 centavo das minhas aplicações! (Mesmo quando comprei meus Imoveis eu usei FGTS e bônus para pagar a entrada).
      Abraço e bons investimento!

      Curtido por 1 pessoa

  1. Olá, EI.

    Parabéns pela postagem. Eu sempre me pago primeiro. De uns anos para cá a minha renda não aumentou muito devido a estar no mesmo trabalho (serviço público) há alguns anos.

    Como já comentei aqui antes. Eu andei pesquisando algumas franquias de alimentações. Conversei com uma de Açaí e o pessoal falou que a margem líquida está em torno de 20% a 30%. Ainda falta eu conversar com outros franqueados. Eu acho que essa margem está muito boa para ser verdade. Com sua experiência com empresário. O que você acha?

    Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

    1. executivoinvestidor

      Olá Cowboy! Se pretende continuar no serviço público, já pensou em tentar outros concursos? Essa ideia da franquia é legal mas tenha em mente que se não vai atuar no negócio (assim como eu nunca atuei) você irá abrir mão de uma boa parcela de rentabilidade para pagar por alguém. Não sei se pode abrir qual o nome dessa franquia (ou se quiser me mande no privado), mas meu irmão (que já é empresário dono de mercado a um bom tempo) abriu ano passado 2 unidades de Açaí com a promessa nessa faixa de 20-30%. Resultado: 10 meses depois o prejuízo era tão grande que colocou o negócio à venda. Analisa bem os custos (para negócios pequenos o custo de pessoal é chave) e principalmente a projeção de vendas. Muitas franquias gostam de inflar a projeção de vendas. Calcule o break even, eu costumo olhar em quantidade vendida para ter um número mais “palpável”, tipo: quantos açaís teria que vender por mês/dia para começar a ter lucro? E como falei lembre-se de incluir nos números da franquia o custo de funcionário para te substituir pois quase certo que a franquia está considerando que o dono irá trabalhar full time no negócio. Por fim converse mesmo com franqueados para ter uma visão da aceitação do negócio e noção de volumes (mas tenha em mente que não necessariamente terá o mesmo resultado na sua região, podendo ser melhor ou pior).
      Abs e boa sorte nessa empreitada! Se quiser trocar mais ideia no privado estou a disposição!

      Curtir

      1. Muito obrigado pela resposta, EI.

        Eu não tenho mais saco para estudar para concursos. Saio desse aqui só para trabalhar para mim.
        Eu iria trabalhar na franquia, mas só em parte do tempo, já que não vou sair do serviço ainda. Iria apenas pedir redução de horas, porém isso demora (burocracia).
        Eu andei pensado e não vou abrir por enquanto. Provavelmente ano que vem abrirei um negócio com pouco dinheiro, mas sem ser franquia. Vou perguntar aqui ao pessoal e depois trocaremos uma ideia.

        Abraços!

        Curtir

  2. Olá EI, tudo bem?

    Acho meio “mentiroso” esses planejamentos de 20 anos aportando 1k e você terá 1kk… a matemática é simples e é muito bonito ver na planilha o montante crescendo porém acho bem complexo criar e executar cronograma (talvez seja algo relacionado a perfil).

    O que realmente tem me chamado atenção é a ideia de aplicação de capital para geração de riqueza, o famoso “empreender” e assim ter uma fonte de riqueza com maior capacidade crescimento.

    Abs.

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Olá Investidor! Concordo, na maioria das vezes esses planejamentos mirabolantes não consideram riscos ou crises. Eu acredito sim na disciplina e no plano individual, no qual cada um traça seu caminho de acordo com seu perfil como você bem colocou.
      Esse ponto sobre empreendedorismo eu concordo mas também entra a questão de perfil. Eu mesmo só comecei a empreender a poucos anos, mas realmente creio que essa é uma via expressa uma vez que, bem gerenciado, pode gerar ganhos significativamente maiores!
      Abs!

      Curtir

      1. Perfeita colocação sobre empreender, vejo um caminho meio “padrão” onde uma pessoa com certa qualificação em área que não tem tanta afinidade ao atingir certo momento na carreira começa trabalhar a ideia de criar uma segunda fonte de renda para migrar de carreira para algo do seu interesse de forma mais sútil.
        Como apresento em meus fechamentos atualmente tenho uma empresa e é interessante viver “do outro lado do balcão” precisando contornar crises de colaboradores, clientes e fornecedores hehehe.

        abraços.

        Curtir

      2. executivoinvestidor

        Para mim o maior desafio é lidar com colaboradores! E olha que como executivo já tive equipe de mais de 100 pessoas, mas estamos sempre aprendendo.
        Abs!

        Curtir

  3. Gostei muito do post. No fundo eh isso, não tem segredo, dá um jeito de ganhar/render mais e gastar menos. Qq coisa diferente disso envolve herança ou crime rsrs.
    Tb morei em 41m junto com meu marido por 2 anos. Nosso custo de moradia era ridiculamente baixo e fomos muito felizes no “igluzinho”. Hj esbanjamos em 87m e mantemos uma taxa de poupança acima de 70% cada um de nós. Ir evoluindo profissionalmente + não inflacionar a vida = FIRE !
    Abs

    Curtir

  4. Anônimo

    Executivoinvestidor, inicialmente, parabéns pelo trabalho. Acompanho o blog desde do começo mas evitou comentar. Gostaria de ouvir sua opinião se possível sobre fundos. Qual a sua experiência com fundos de ações e multi? Eu invisto há alguns tempo, e tenho uma noção geral de investimentos mas não tenho interesse em estudar valuation e fluxo de caixa e etc. minha dúvida é se usar como estratégia fundos multi e ações. E deixar meu tempo para o trabalho gerando renda ou com a família. Entendo a parte das tx de administração e etc, mas considera essa forma de investimento uma opção eficiente?

    Obrigado

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Olá Anon, obrigado!
      Olha, meu primeiro investimento, ainda no primeiro ano de faculdade foi em fundos de ações. Na época no Brasil ainda não existiam os ETF e investir diretamente em ações era mais caro. Hoje eu recomendaria investimento em ETF (como PIBB11, BOVA11, etc). Esses ativos são negociados em bolsa e nada mas são que um fundo que acompanha um índice. Para quem não quer ter muito trabalho analisando ações diretamente acho que é a melhor forma.
      Abs!

      Curtir

      1. Alison F Azevedo

        Executivo,será o ETFs aqui no Brasil um bom investimento para longo prazo? Tenho o IVVB11 e estou repensando ele na minha carteira. Ele não me paga dividendos e terá um grande imposto pago na venda. Talvez quando estiver com um patrimônio cresça mais distribua esse ativo entre FIIs e ações que me tragam caixa. Contudo reconheço que agora é um contraponto interessante ele com minha carteira de ações do ibov. O que acha?

        Curtir

      2. executivoinvestidor

        Ola Alison! Depende da estratégia. Eu particularmente prefiro investir diretamente em ações, FII/REITs pois irei viver dos dividendos e dessa forma, como você bem colocou, economizo no IR. A longo prazo à venda de ativos, seja ETF ou ações, irá gerar um grande pagamento de IR, ao passo que temos isenção nos dividendos. Agora se quiser ter esse ativo especificamente (IVV11) a fim de se expor ao mercado americano pode ser uma saída, porém eu preferiria investir diretamente no exterior, comprando ETFs lá fora.
        Abs!

        Curtir

  5. LUCAS

    EI, primeiramente gostaria de parabenizá-lo por essa excelente postagem! Quem dera se no início da caminhada IF/FIRE todos tivessem lido um artigo tão bom e bem estruturado como esse!

    Pois bem meu amigo, refleti nesse parágrafo que vc disse e tentei fazer um nexo com a minha situação:

    “Não se preocupe tanto com sua rentabilidade, principalmente nos primeiros anos. Claro que quanto maior a rentabilidade melhor, porem maior tambem sera o risco! Não corram riscos desnecessarios! Lembrem-se que a matematica funcionara a seu favor, desde que não se de ao luxo de perder dinheiro (rentabilidade negativa). Eu perdi sim dinheiro nessa caminhada (quem nao sabe, no inicio operei muito vendido a seco em opcoes), porem rapidamente corrigi meu rumo. Um ponto importante a ressaltar é que em boa parte da minha trajetoria, tive a oportunidade de ter ganhos beirando os 20% em TD e Renda Fixa. Hoje eu não recomendaria a ninguem que esta na fase de acumulacao a ficar 100% alocado em RF ou TD, porem o ponto aqui é “Nao correr risco desnecessario!”, ou seja, entenda onde esta investindo.”

    Minha situação hj é exatamente essa: estou 100% na Renda Fixa, sendo 60% no TD (diluídos entre vários títulos, como IPCA +, prefixados e apenas uma parte de reserva de emergência no SELIC) e em outras modalidades de Renda Fixa (LCI/LCA, CDB’s diversos sempre acima de 105% do CDI e outra parte da reserva de emergência em CDB de liquidez diária, etc). Já invisto em RF há alguns anos, aportando consistentemente todo mês 50/60% do salário, mas tenho pouco conhecimento sobre RV e a Bolsa de modo geral. A única “Renda Variável” que estou me preparando para entrar é a franquia de lanches que tentarei tocar paralelamente a meu cargo público. Para tal, tentarei aplicar as técnicas de gestão financeira/contábil da minha área de formação e estou fazendo curso na área de Recursos Humanos e Gestão de Pessoal pelo SEBRAE. Já conversei com vc aqui no blog sobre a franquia.
    Mas entrar na Bolsa e aprender sobre investir em ações e F.I’s ainda martela minha cabeça. Considerando que em breve já estarei entrando numa atividade de “renda variável” de alto risco (a franquia) será que o ideal seria eu continuar investindo por enquanto só em RF e estudando devagar o mercado de ações e modalidades de Renda Variável e entrar com um percentual bem modesto dos aportes (sei lá 5, 10% inicialmente) ou deveria ser mais ousado e entrar agora, mesmo sem muito conhecimento?

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Olá Lucas! Primeiramente meus parabéns pela disciplina de poupar 50-60% da renda! E também por estar seguindo com seu plano da franquia e se preparando antes com esse curso. Mostra iniciativa!
      Cara, eu diria que se você tiver em RF pre-fixada a uma taxa relativamente interessante (eu diria ao redor de 10% ao ano), EU particularmente não mexeria nesse valor. Como eu falei, correr risco sem conhecimento não vale a pena nessa fase de acumulação! TALVEZ eu avaliaria passar a direcionar parte dos novos aportes (10-20%) em RV. Caso não tenha interesse em ler e estudar busque empresas blue chips ou mesmo um ETF (fundo de índice). Mais para frente com um pouco mais de conhecimento talvez FII. Você já estará aplicando dinheiro no negócio que por si só já é um risco.
      Abs e boa sorte!

      Curtir

  6. O negócio é paciência. O grande problema é que queremos tudo muito rápido, queremos aproveitar vida ao máximo e precisamos “ganhar rápido”. O Buffet mesmo fala que não tem mistério, investir e esperar. Mas e aí? Todo mundo tem esse tempo?
    abraço

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Pois é dividendos…. bem como eu disse: maratona não 100 metros rasos! Infelizmente muitos não tem paciência e acabam metendo os pés pelas mãos.
      Abs!

      Curtir

  7. Sr IF365

    A coisa mais difícil de convencer uma pessoa que está iniciando nas finanças é justamente que a IF só será atingida por meio dos aportes e não devido aos ganhos no mercado financeiro… cansei de começar uma conversa explicando isso só para ver o desinteresse da pessoa quando descobrem que não existe fórmula mágica do tipo investimentos em cripto moedas.

    Sr.IF
    http://www.srif365.com

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Pois é SrIF, por isso ainda hoje muita gente acaba caindo no conto do ganho fácil e rápido nos diversos esquemas estilo “pirâmide” que vemos por aí!

      Abs

      Curtir

  8. Executivo, eu também tenho aportado 60% da renda mensal, e a partir do mês que vem, com o aumento salarial do marido passaremos a aportar cerca de 70 a 75% da renda familiar. Mas diferentemente de você, ainda temos alguns anos pela frente para alcançarmos a IF, já que temos filhas pequenas que ao longo dos anos ainda iremos gastar bastante com educação, cursos, viagens etc. Parabéns pela perseverança, concordo com você que FIRE não é uma corrida de 100m e sim uma maratona. Daí a importância de se divertir durante a jornada, já que o caminho é longo. Yuka.

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Olá Yuka! Excelente taxa de poupança!! Eu sei bem o desafio que é ter uma taxa dessas com filho ainda por cima… parabéns!! Certamente quando chegar a hora vocês estarão muito bem preparados!
      Abs!!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s