O impacto do Turn over para o empreendedor

Screen Shot 2019-05-12 at 5.36.28 PM.png

Estou a algum tempo sem escrever sobre a Franquia, então decidi aproveitar uma noticia divulgada semana passada por aqui que esta me impactando diretamente no dia-a-dia do negocio: Impacto da taxa de desemprego nos pequenos negócios.

Dado divulgado semana passada mostrou que o Canada teve geração recorde de empregos no mês de Abril, foram mais de 106 mil empregos gerados, levando a uma queda na taxa de desemprego para níveis historicamente baixos: 5.7%. Em números gerais isso representa 1.1 milhão de canadenses desempregados.Screen Shot 2019-05-12 at 5.34.38 PM

De forma geral o indicador de desemprego reflete diretamente o momento econômico de um país. Veja EUA e o próprio Canada, que estão com taxas baixíssimas, e suas economias estão de vento em popa. Mais emprego, significa mais renda para a população, mais dinheiro circulando, mais produtos sendo vendidos e serviços sendo consumidos, o que gera mais demanda por mão de obra, enfim, um saudável circulo vicioso.

Do ponto de vista do empregador, especialmente small business como meu caso, isso reflete numa dificuldade tremenda de contratação e retenção de funcionarios. O salário minimo aqui ja é alto (cerca de $15 por hora), porém quando se tem falta de mão de obra disponível as empresas passam a oferecer mais para atrair pessoas que ja estao trabalhando ou as que não estão no mercado.

Hoje estou enfrentando um problema que “ainda” não é tão grave. Nos ultimos meses eu perdi 5 funcionarios, sendo 2 com mais de 1 ano de empresa. Isso é complicado pois quem trabalha no mundo corporativo sabe que o custo de se treinar um funcionario é alto e ninguém quer perder um colaborador treinado para a concorrência.

Alem do meu gerente, que tem quase 10 anos de Franquia, tenho ainda 3 funcionários (todos supervisores) que possuem alguns anos de empresa e considero peças chaves, juntamente com outros 2 funcionários de piso mas que também estão a mais de um ano comigo. Ter funcionarios com mais de 1 ano de casa no setor de alimentação é muito dificil pois a rotatividade é alta.

A titulo de comparação , no Brasil, mesmo com uma taxa de desemprego de 12.5% em 2016-2017 minha rotatividade (turnover) era superior a 100% no ano! Aqui não é diferente mas tenho conseguido manter essas peças chaves ate agora.

O porém é que os ultimos funcionários que saíram estão ganhando relativamente mais então estou pensando seriamente no que fazer para blindar meus supervidores. Uma ideia seria oferecer plano de saude complementar. Apensar do plano de saúde ser gratuito e de qualidade, o custo com dentista aqui é bem alto, e esse é o principal benefício oferecido pelos planos complementares aqui. Esse benefício representaria um custo adicional de cerca de $250 por funcionários caso eu ofereça o plano 100% subsidio.

Então estou pensando seriamente em oferecer, para os supervisores apenas, um subsidio de 50%, o que para eles é um belo benefício ja que o custo de um plano individual aqui é alto.

O impacto da perda de um colaborador chave numa grande empresa é muito diferente do que num pequeno negócio. Tenho atuado com os dois “chapéus” a alguns anos posso dizer que para o pequeno empreendedor isso pode representar perda incomensurável de receita e na perda de qualidade do produto final. Isso para o setor de alimentação, que possui margens apertadas, pode se traduzir em prejuízo!

Espero poder contornar essa situação, principalmente por que a melhor epoca do ano (verão) esta chegando e não posso me dar ao luxo de perder peças chaves agora!

Abraço e boa semana a todos!

Executivo Investidor.

9 comentários sobre “O impacto do Turn over para o empreendedor

  1. Olá EI.

    Enfrento esse tipo de situação na loja e a principal “dor” em uma situação de saída de funcionários é a falta de comprometimento de alguns quando o mesmo encontra uma nova oportunidade. Acredito que todos devem evoluir e seguir em frente porém como a natureza humana é pensar em si mesmo antes do outro, em algumas situações os funcionários simplesmente param de ir e aí é aquela correria para encontrar outra pessoa.
    Quando falamos de posições que exigem mais preparação educacional (digamos assim) acredito que benefícios como flexibilização, ambiente ou coisas que não são relacionadas a dinheiro.

    O que você faz para trabalhar sua retention, além de remuneração de mercado?

    Abs.

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Bom dia IT, realmente isso é bem complicado. No Brasil tinha muito problema de funcionário que sumia e aparecia dias depois. Isso para uma operação “pequena” e estruturada mata qualquer planejamento pois numa franquia cada um possui sua posição. Aqui graças a Deus não tenho esse problema, apesar que o mercado em geral aqui enfrenta esse tipo de situação. Acho que estou com sorte mesmo. Aqui a situação ainda fica pior para o empresário pois não existe carteira de trabalho, nem aviso prévio, então o funcionário some e arruma outro emprego sem dar satisfação. Isso claro acontece com cargos mais iniciais, e com estudantes em sua grande maioria.
      Aqui montamos escala de trabalho semanal, então procuro ser bem flexível com a equipe, liberando em dias de provas por exemplo. Também procuro trabalhar o ambiente. Mas é complicado fazer muito mais sem envolver dinheiro. Estou pensando em implementar “funcionário do mês”, e começar a dar voucher cinema nos aniversários. Final do ano já implementei uma festinha de Natal e eles gostaram.

      Abs!

      Curtir

      1. Oi EI, muito legal seu post. Aí as pessoas trazem uma contra proposta quando arrumam outro emprego para ver se vc sobe o salário ou só pedem demissão?
        Gosto da ideia do benefício. Aqui no Brasil somos craques nisso pra poder remunerar sem onerar a folha, já que o benefício não é taxado. Aí é assim também? Como o seguro dental é algo difícil de se conseguir sem a empresa a ideia é excelente. Impactaria muito você dar um subsídio total para coordenadores e gerentes? Outra coisa seriam alguns bônus monetários trimestrais se metas forem cumpridas para os mais juniors como assiduidade e pouco retrabalho. Esse podcast é muito legal, um cara transformou uma pequena empresa de jardinagem numa pequena Ambev. Operação com funcionários poucos qualificados que roda bem melhor que a concorrência.
        https://www.choosefi.com/107-entrepreneur-case-study-craig-attkinson-greenside-up-landscaping/

        Boa sorte aí!
        Abs

        Curtir

      2. executivoinvestidor

        Ola SS! Aqui plano de saúde complementar tbm não é taxado! Eu já ofereço esse benefício para meu Manager 100% subsidiado, como tenho 3 supervisors e caso fizessem 50% de subsídio eu teria um custo mensal de uns 350 e se fosse 100% seria 700 dólares o que já pesa bastante. Eu implantei sistema de bônus para meu Manager, com metas mensais. Está trazendo resultados, para os demais estou pensando em algo como “funcionário do mês”, baseado no atingimento de metas. O problema é que fica difícil mensurar metas individuais pois as estações de trabalhos são bem distintas (caixa, atendente, cozinha, etc).
        Obrigado pelas dicas vou dar uma analisada e vou ouvir esse podcast!

        Abs!

        Curtir

  2. Olá, EI.

    Enquanto aí está bom de emprego aqui está uma porcaria.
    Essa estratégia que você está querendo adotar parece viável.

    Seria bom você fazer um post de quais franquias de alimentos boas aqui no Brasil.

    Abraços!

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Pois é Cowboy, tenho acompanhado as notícias. E não é de hoje. Puxei aqui a taxa de desemprego em 2015-2016-2017 e aí já estávamos com 12-13%… mas veremos e realmente espero que as coisas melhorem aí!

      Sobre sua sugestão de post é bem interessante mas infelizmente não tenho muito conhecimento técnico para comprar. O que posso dizer é que localização é 50% do sucesso de uma franquia de alimentação!

      Abs!

      Curtir

  3. Manter essa fidelidade de funcionário é cruel. Por mais que você ajude e trate bem, se pinta uma oportunidade eles pulam fora. Não se importam muito com o tempo que vc gastou pra treinar e etc. A parte boa é que isso acontece com todo mundo, o negócio é usar a famosa criatividade brasileira pra dar um jeito nisso hahaha

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Isso é verdade, mas acho melhor a pessoa sair logo do que ficar forçando uma demissão como ocorria no Brasil pois aqui que não tem multa de FGTS, aviso prévio.
      Nessa hora nossa criatividade ajuda mesmo, hehehe

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s