Por que eu escolhi investir em franquia

Olá caros,

Alguns colegas tem me perguntado o motivo de eu ter escolhido empreender através de uma franquia ao invés de marca própria, então decidi escrever um pouco sobre o que norteou minha escolha e qual o impacto dessa minha escolha na minha futura vida FIRE.

Apenas lembrando que vou relatar minha opinião e minha experiência, dessa forma esperem ler mais pontos positivos para o modelo de franquia! Espero poder gerar boas reflexões e comentários.

Taxa de mortalidade de novos negócios

Antes de discorrer sobre o assunto, achei interessante compartilhar um dado estatístico. No Brasil, 25% das pequenas empresas morrem nos 2 primeiros anos, sendo que em negócios de marca própria esse indice vai para 30% enquanto franquias possuem apenas 5% de mortalidade . No Canada algo semelhante acontece, com 30% de taxa de mortalidade nos primeiros 2 anos. 

Somente analisando esse indicador já podemos ver que a expectativa de uma franquia dar certo é muito superior quando se compara com marca propria.

Agora vamos aos principais pontos que eu ponderei ao escolher por adquirir uma franquia, tanto no Brasil quanto no Canadá.

Marca e Marketing

Esse foi o principal motivo que me fez escolher por uma franquia. A marca é sem duvida um dos fatores que influenciam a escolha do consumidor. Em se tratando do setor de alimentação essa influencia é ainda maior. Ao adquirir uma franquia você esta adquirindo o direito de uso da marca, alem de poder contar com uma estrutura poderosa de marketing por trás do negocio. O custo e tempo necessário para se estabelecer uma marca no Mercado é extremamente alto, e em alguns casos (grandes mercados principalmente) o resultado é apenas regular. Uma boa franquia será reconhecida de imediato pelos consumidores, trazendo um fluxo de clientes quase certo. Investimento em marketing é caro, a franquia possui negociações com meios de comunicação para obter um melhor valor, alem de contar com uma grande equipe especializada (Marketing é sem duvida um das principais departamentos do Franqueador). Claro que como franqueado pagamos a famosa taxa de marketing, mas o valor é irrisorio perto do custo de se fazer marketing próprio com a mesma qualidade e alcance.

Modelo de negócio

Esse para mim foi segundo  motivo que escolhi ter uma franquia. A franquia possui um modelo de negocio pronto, testado e aprovado por anos. Alguns pode dizer que franquia é muito “travada” pois nao pode realizar nada fora do “script”, mas para mim esse é o objetivo de se adquirir uma franquia! Os produtos, modelo de operação, já foram testados e provados que funcionam! As receitas dos produtos são que garantir a qualidade do produto e margem de lucro. Se você alterar a quantidade ou marca dos ingredientes corre o risco de alterar o padrão de qualidade, afetar suas margens e perder sua franquia (sim, os contratos de franquias estipulam multa para qualquer desvio e em ultimo caso você pode perder a licença da marca). Não queira mudar o que ja funciona! Claro que sempre da para melhorar, mas em se tratando de franquia não faça por livre e espontânea vontade. No Brasil eu tinha um bom relacionamento com a Franqueadora e sempre estava dando sugestões. Aqui no Canada a mesma coisa, temos reuniões trimestrais dos Franqueados e Franqueadora onde temos a oportunidade de apresentar propostas, claro que nem todas propostas serão implementadas mas é um canal interessante.

Quando eu estava negociando a compra da minha franquia ouvi a seguinte frase do Presidente da companhia: “Se voce quer mudar o processo, desenvolva sua propria marca”.

Modelo operacional

Esse ponto poderia estar junto com o anterior, mas como atuo no setor de alimentação acho extremamente importante ressalta-lo. O modelo operacional ira guiar o franqueado desde quais insumos usar, quantidade, marca, fornecedor, modo de preparo, modo de apresentação até entrega final ao cliente. A grande maioria das franquias restringe em quais fornecedores você pode comprar os insumos, outras estipulam marca. Minha franquia no Brasil tinha entrega propria de 90% dos insumos utilizados, e os outros 10% vinham de um fornecedor especifico (bebidas). Aqui no Canada tambem tenho dois fornecedores, sendo um para uma categoria especifica de insumo e o outro para os demais 95% dos itens utilizados no restaurante. Inclusive produtos de limpeza, o que para mim gera uma economia de tempo e facilidade absurda pois não preciso sair para comprar absolutamente nada. Alem disso o poder de compra da franquia garante boas negociacoes e “em geral” melhor preço. Alguns items podem custar mais caro nos fornecedores autorizados do que no atacado da esquina, mas no geral o custo fica menor. Alem disso, ficar indo em atacados buscando melhores preços nao é o que busco para minha vida FIRE, então quanto mais automático for o processo de compra, melhor!

Em relação o modo de preparo, as franquias fornecem todo o material necessario para treinamento da equipe na forma que devem ser preparados cada item do menu. Quantidade de cada ingrediente, tempo de cozimento, como checar o processo, enfim tudo muito bem detalhado em inumeros manuais. Aqui entra um ponto muito importante para a logevidade da sua franquia. Sabemos que o modelo de negocio e operacional do Franqueador funciona, mas esta nas maos do franqueado garantir o compliance 100%! Claro que os Franqueadores possuem checks regulares para garantir que as franquias estejam compliance, mas precisamos, como dono, garantir no dia-a-dia. Conheci vários empresários que conseguiram quebrar franquias renomadas por não seguir completamente os scripts, alterando inclusive qualidade do produto. Quantas vezes ja não fomos num restaurante A e B, ambos da mesma franquia, e notamos uma diferença brutal na qualidade? Isso não pode acontecer. Pequenas diferenças podem ocorrer mas o padrão deve ser o mesmo.

Em relacao ao material de treinamento isso é extremamente relevante pois a rotatividade de funcionarios no setor de servicos é absurdamente grande (no Brasil minha franquia girava 100% de turnover em 10 meses!). Importante ter um bom gerente operacional e bons lideres para poder replicar o treinamento dos novos colaboradores (na falta desses, eu como proprietario preciso garantir um treinamento de qualidade!).

Sistema de informação

Para mim, que não pretendo tocar o negocio no dia-a-dia, esse item se torna vital para garantir uma vida FIRE mais tranquila. Alem dos sistemas da Franqueadora, estabeleci indicadores operacionais de eficiência e gestão financeira, onde acompanho semanalmente a performance da franquia, sem ter que ficar horas montando dados em planilhas. Os sistemas basicos de Controle de Estoque e POS (Sistema de vendas) são fornecidos pela grande maioria das franquias (se não todas). Algumas possuem sistemas mais robustos, mas todas vão gerar o basico (na minha franquia no Brasil eu conseguia apurar consumo de insumos e perda diariamente, no Canada consigo acompanhar eficiência de mao-de-obra em tempo integral pelo celular).

Tenho bons sistemas, indicadores claros e metas operacionais e financeiras para poder gerir o negocio a distancia. Porem ter um gerente bom se torna igualmente importante, dessa forma não posso me dar ao luxo de pagar pouco para meu gerente. Tanto no Brasil como aqui no Canada estipulei metas mensais com pagamento de salário variavel com base em atinguimento das metas, alem de pagar um salario levemente acima do mercado. Obviamente eu poderia “economizar” esses custos se trabalhasse diretamente no dia-a-dia, mas não pretendo sacrificar minha vida pessoal a essa altura. É uma escolha pessoal. Hoje eu não tenho muito escolha pois tenho um cargo executivo que me consome 50-60 horas, mas a partir do ano que vem quero poder finalmente curtir minha vida FIRE, dessa forma continuarei a manter esse modelo de gestão, e trabalharei eventualmente na franquia por volta de 10-20 horas semanais.

 

E vocês? Pretendem empreender? Escolheriam franquia ou marca própria?

 

Abraço!

Executivo Investidor

19 comentários sobre “Por que eu escolhi investir em franquia

  1. umdiameaposento

    Belo post novamente. Realmente vai do perfil de cada um mesmo e esta talvez seja minha maior dificuldade em trabalhar em uma empresa “engessada”. Eu sempre preferi empreender de maneira mais autônoma, pois sei que teria mais dificuldade com franquias. Mas teus pontos expostos estão perfeitos. Mas uma dúvida: as margens são menores no Canadá na comparação˙com o Brasil ?

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Obrigado! Pois é, mas olha que mesmo franquia se pode melhorar MUITO a gestão financeira, controle de gastos e perdas, trabalhar vendas… eu gosto disso e prefiro ter o operacional já definido assim consigo focar nesses outros pontos. Em relação às margens, olhando meu setor (alimentação), são muito parecidas. Eu particularmente achei que seriam menores aqui, mas não.
      Abraço!

      Curtido por 1 pessoa

    1. executivoinvestidor

      Olá Gustavo, minha franquia ficava situada numa cidade de médio porte em um dos principais shoppings da cidade. Isso encarecia muito o custo do aluguel, porém o fluxo de cliente era muito bom!
      Abs!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Fala executivo. Beleza?
    Eu fui um dos que estava ansioso pelos seus posts sobre empreendedorismo.
    Como já falei antes, sempre tive um pouco de pré conceito com franquias e você está me ajudando a deixar isso de lado RS.
    Seu ponto de vista sobre as vantagens é perfeito. Realmente não é necessário investir em áreas que a franqueadora cuida.
    Vou começar a repensar isso… Meu objetivo sempre foi empreender com marca própria… Mas os desafios de aceitação de mercado são enormes.
    Obrigado e que venham mais posts!
    Obs.: você conseguiu atingir o ponto de equilíbrio prometido pela franqueadora?

    Curtir

      1. executivoinvestidor

        Olá Stark! Que bom que estou ajudando de alguma forma! Eu no início também tinha um pé atrás, mas hoje vejo mais vantagens que desvantagens!
        Tanto no Brasil quanto aqui eu nunca precisei por mais dinheiro, mas importante manter um valor na conta para fluxo de caixa. E em ambos já comecei tirando lucro, ou seja ja nos primeiros meses entrou mais do que saiu. Creio que tive sorte por estar numa ótima localização e claro mérito por ter um viés muito forte de controle de gastos. Isso ajudou muito.
        Abraço!

        Curtido por 1 pessoa

      2. executivoinvestidor

        Cara, meu caso foi bem fora da curva pois meu investimento total vou relativamente baixo devido a uma boa negociação com os antigos donos, meu eu recuperei todo meu investimento em menos de 1 ano! O normal seria em torno de 24-36 meses.

        Curtido por 1 pessoa

      3. executivoinvestidor

        Sim sim, tanto no Brasil quanto aqui no Canadá. Comprando uma franquia em operação reduz bem o tempo de maturação do negócio e abre portas para negociar o valor do investimento pois os ativos já estarão em partes depreciados.
        Abraço!

        Curtido por 1 pessoa

      4. executivoinvestidor

        Stark, vou dizer que um bom garimpo e sorte. Sorte de estar na hora certa no lugar certo. Esse tipo de oportunidade geralmente nao se encontra em “sites”. Em ambos casos procurei diretamente com o Franqueador, porem precisa ter analise bem apurada para nao cair em roubadas. Existem franquias boas sendo vendidas por bom preco, mas tambem existem franquias ruins sendo vendidas por bom preco.
        Abs!

        Curtido por 1 pessoa

  3. Olá Executivo,

    Depois do seu relato, vou repensar minha visão sobre franquias rs. Brincadeiras à parte, já cogitei investir em franquias. Mas sempre vem aquela história de montar o negócio do zero e tal e tal…

    Ainda tenho vontade de ter meu negócio próprio. E ao acompanhar a saga do Frugal e seu relato, posso reconsiderar.

    Claro, isso se eu tiver grana para bancar a franquia rs

    Abraço!

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Entao II, acho que vai do perfil mesmo e da vontade e tempo de se dedicar ao negocio. Em termos de margem de lucro sinceramente nao vejo muita diferenca pois o que se paga de royalties para a franquia, se ganha em maior volume de vendas. Minha margem de lucro por exemplo sempre foi melhor que a media do setor (que considera nao apenas franquia). Para mim o maior beneficio é a possibilidade do negocio rodar sozinho. Claro que se consegue isso com uma marca propria, mas sem os padroes, modelo de negocio, etc, se torna muito mais dificil.
      Em relacao a grana, como eu disse para o Stark, garimpa que acha excelentes oportunidades! A dica aqui é igual a procurar novo emprego: a pressao é menor quando nao esta “necessitando”.

      Curtir

  4. Daniel

    Fala executivo! Achei muito interessante essa comparação de falha de franquia (5%) com negócios próprios (30%), então franquias realmente podem te ajudar muito incrementar a performance, principalmente se a escolha da marca e local for boa, fora a questão de gestão comercial do empreendedor e se essa pessoa tiver um capital extra para não recorrentes , que somando todos esses fatores o % de falha talvez seja menor que 1%. A desvantagem da franquia é o valor exorbitante e a inflexibilidade, mas essa questao da inflexibilidade para quem busca estabilidade (que é o publico alvo da franquia) é irrelevante.

    Acho que se for para ter franquia, é essencial uma marca forte (do que adianta ter uma franquia “Bolinhos do Zezinho”, que nao vai te dar suporte algum e se for assim voce mesmo cria), escolher um nicho mais confiavel (alimentacao, varejo, saude etc.. ao invez de ideias “inovadoras”, que na verdade sao modinha ou algum nicho que voce nao tenha experiencia) e tambem o ambiente precisaria der agradavel (no Brasil comercio de rua é complicado, muito assalto) e movimentavel (pelo menos razoavel). O perfil de franquia deve ser aquela pessoa que quer investir um capital relativamente alto, porem com um retorno razoavel, constante e sem muitas aventuras (nao tem como ficar multi milionario, mas funciona bem para renda passiva/ semi-ativa).

    Ja o negocio proprio, acredito que tambem vale a pena, porem é preciso ser bem estudado e é algo bem arriscado.. tenho em mente que é viavel apenas se a ideia for bem empreendedora..

    Mas no final das contas franquias sao incriveis… Um hotel perto de casa aqui foi levantado, uns 10 andares, mas a bandeira era propria.. Sendo a area nobre era muito mais rentavel pagar uns royalties iniciais e nos lucros mensais para poder utilizar uma bandeira internacional de 4 ou até 5 estrelas..

    Curtir

    1. executivoinvestidor

      Olá Daniel, realmente esse preparo (escolha do lugar, ter capital de giro, etc) é extremamente importante e muitas pessoas acabam deixando de lado.
      Concordo em relação a marca forte! Não necessariamente precisa ser marca internacional ou mesmo nacional, às vezes temos uma marca muito forte numa região e podemos nos “aproveitar” disso como franquia.
      Vai mesmo do perfil de cada um. Em relação ao investimento, conforme eu disse para o Stark, garimpando você consegue achar excelentes oportunidades de repasse de loja já existente com um preço bem inferior ao necessário para abrir do zero!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s